1000 dias sem acidentes é um novo recorde para a RCO

Em setembro de 2015, o Ministério do Trabalho emitiu um levantamento que abordava a ocorrência de acidentes envolvendo máquinas e equipamentos no Brasil. Segundo o ministério, entre 2011 e 2013, uma média de 12 trabalhadores por dia sofreram amputação decorrentes de acidentes, totalizando 221.843 acidentes no período sendo 13.724 amputados e 601 óbitos. As fraturas obtiveram índices de 270 ocorrências por semana.

Considerando esse cenário preocupante do índice de acidentes, a RCO surpreende e atinge, no ínicio de Agosto de 2016, o índice recorde de 1.000 dias sem registros de acidentes com afastamento. É uma marca inédita e muita satisfatória considerando o segmento produtivo metalúrgico. Os riscos envolvendo os processos produtivos em metal-mecânica variam desde manipulação de produtos químicos, abrasivos ou incandescentes passando por atividades em altura, manipulação de peças cortantes, de grande volume e peso. Sem dúvida, são riscos sérios e que, sem devida atenção, atentam profudamente contra o bem-estar e a vida humana.

A obtenção do índice de 1000 dias, ou quase 3 anos, é histórica. Nos 25 anos de fundação da
RCO, completados em 2016, a conquista ultrapassou, e muito, o recorde anterior que era de 477 dias.
Obviamente, a gestão envolvida nesse processo foi significativa. “O técnico de segurança efetivo
contribui para que os setores da RCO percebam os procedimentos envolvidos em segurança. O
parceiro Laborseg, responsável pela manutenção de ações envolvendo segurança e bem-estar
do funcionário também foi significativo para a ocorrência os 1000 dias.” pondera Celso
Carvalho, gestor de pessoas da empresa.

Comemoração: a importância de reforçar que o resultado é positivo.

A mudança de cultura neste interím de 1000 dias deve também ser levada em consideração. Segundo Carvalho, há em voga na RCO uma consciência coletiva de que o maior patrimômio que um funcionário possui é a sua própria vida e seu bem-estar físico. “Essa cultura se disseminou com a comunicação das placas de uso de EPI´s (equipamentos de segurança individual) e com o reforço das reuniões periódicas envolvendo uso correto dos mesmos e do maquinário produtivo”, completa.

Funcionários RCO: nenhuma gestão é válida sem a atenção para o bem-estar e segurança.

O desafio agora é a continuação e a manutenção dos índices. Com o recente aumento no quadro de funcionários em julho, que passou para o número de150, as orientações para o trabalho seguro se ampliam. “Ao cuidar de pessoas é preciso empatia e ir além daquilo que a legislação determina. Considero isso como o diferencial em nossa gestão” finaliza Carvalho.

Agora, a olhos vistos, a placa que registra publicamente os dias sem acidentes mantem números que extrapolam o espaço alocado para essa finalidade. Talvez, quem diria, ninguém havia considerado a possibilidade do recorde.

Placa de acidentes: necessário agora mais espaço para índices de 4 dígitos.

Programa de job rotation é implantado na RCO

A implantação de um programa baseado em job rotation consiste em alocar um funcionário da empresa para diversas funções para ganhar novas experiências, em um processo de aprendizagem. Contando com Marcelo Talamoni e Breno Andreasi, o programa “Foco em Resultados”  inicia-se com um objetivo que vai além de adquirirem experiências: desenvolver uma visão sistêmica perante os processos e analisar o impacto que cada ação confere à empresa como um todo e na sua obtenção de resultados.

Paralelamente, a compreensão e a conexão entre a teoria acadêmica e a prática do dia-a-dia tornam-se mais rápidas e objetivas.

No início, os participantes do programa terão mais ênfase nos setores produtivos com suas células de trabalho. Em segundo momento, o setores administrativos e engenharia receberão os participantes.

Antecipando legislação, RCO aplica treinamento da NR 35

Treinamento voltado à regulamentação NR 35: RCO já se antecipa ao prazo de implementação que é 2013.

Antecipando as exigências da NR35, a RCO treina sua equipe para atender as mudanças que entrarão em vigor somente em 2013. A empresa preocupada com a segurança de seus trabalhadores e para melhor atender seus clientes aplicou o treinamento voltado à esta regulamentação.

Segunto o Ministério do Trabalho e Emprego, a NR 35 é uma norma que objetiva o estabelecimento os requisitos mínimos e as medidas de proteção para trabalho em altura, incluindo o planejamento, a organização e a execução desta tarefa para que assim ocorra a segurança do envolvidos, direta ou indiretamente.

Dinâmicas e novos conceitos com o Programa “Acertar é Humano”

Apresentado em posts anteriores, o novo programa interno “Acertar é Humano” busca intergrar as “áreas para que haja um processo aprimorado, tanto no planejamento, execução, comunicação e, finalmente, o compromisso em realizar e melhorar nossas atitudes para o cliente interno e externo.”

Como continuidade, ocorreram alguns encontros, unindo diferentes departamentos em dois grandes grupos para treinamento em dias diferentes, ambos liderados pelo coordenador de Recursos Humanos da RCO, Celso Carvalho.

Os grupos, compostos por colaboradores dos departamentos de Logística, Compras, Produção, Coordenação de Produção, Comercial, Engenharia e Processo, participaram de dinâmicas que tinham por objetivo passar os conceitos que o programa aborda. Composto por mensagens em vídeo com incentivo a melhorias aliado à atividade física como maneira de fixar de forma diferenciada os conceitos. Tudo isso foi bem aplicado, resultando em aprovação pelos participantes.

Um importante material utilizado neste programa é o texto antigo nomeado de Mensagem a Garcia, que, escrito em 1899, possui uma atualidade impressionante, dentro do dia-a-dia do ambiente corporativo. Abordando a iniciativa humana, foco, resultado e comprometimento a mensagem torna-se uma importante referência e guia para direcionar estratégias e a união da equipe.

Novos encontros acontecerão em breve para alinhar os demais funcionários da empresa.

Departamento RCO em treinamento: Programa “Acertar é Humano” busca resultados com base em comprometimento e espírito de equipe.

RCO e o segundo semestre de 2012

Conjunto de ações e melhorias projetam a empresa para atuar alinhada aos objetivos até o final do ano.

A RCO projeta o segundo semestre de 2012 como um período em que ocorrerá grandes mudanças. Mudanças essas que resultarão, entre outras coisas, em um novo e forte posicionamento de mercado que será comunicado ainda em Agosto.

Esse novo posicionamento de mercado a ser atingido demandou alguns realinhamentos entre os departamentos da empresa, bem como estrutura física como um todo.

Primeiramente o fator humano da empresa passou por treinamentos dentro do novo programa interno “Acertar é Humano”. Além disso, o setor produtivo foi novamente envolvido em instruções de uso correto de EPI´s e procedimentos adequados para desenvolvimento de atividades seguras. Novas instruções em ginástica laboral foram transmitidas

O setor produtivo também recebeu novas demarcações, pintura e novos avisos e placas de segurança para facilitar e harmonizar visualmente os processos de fabricação, obviamente em acordo às normas vigentes.

Abordando ainda os conceitos do eficiente sistema “5S”, as pessoas foram novamente envolvidas nas diretrizes do sistema, bem como o compromisso de sua replicação às células de trabalho e afazeres diários.

É a RCO se preparando para novos horizontes e as demandas do mercado!

Treinamento e capacitação: alinhando direcionamento para trabalhos do segundo semestre de 2012.

Programa interno “Acertar é Humano”

O departamento de Recursos Humanos da RCO estrutura a maior parte de suas ações estratégicas usando programas internos. Os programas possuem objetivos específicos para facilitar a compreensão e engajamento por parte dos colaboradores da empresa.

Além do “Café com Qualidade“, “Reconhecer” e o “Diálogo com Segurança” a empresa implanta um novo programa interno, o “Acertar é Humano” com abrangência a todos departamentos onde tem por objetivo valorizar o fator humano como agente facilitador dentro da empresa. Com tópicos a serem abordados como planejamento, execução e comunicação o programa trabalhará o fator compromisso no atendimento aos clientes internos e externos. Com estas áreas a serem exploradas em treinamentos,  espera-se que os envolvidos compreendam que o acertar e fazer bem feito é uma consequência natural quando a atitude de comprometimento faz-se presente ao longo do dia, em todos os dias.

Abaixo, o comunicado do Departamento de Recursos Humanos:

Acertar é Humano!

- Campanha do ano do ano de 2012 que visa valorizar o ser humano como facilitador no processo dentro da empresa. Inicialmente trabalha-se a integração entre áreas para que haja um processo aprimorado, tanto no planejamento, execução, comunicação e, finalmente, o compromisso em realizar e melhorar nossas atitudes para o cliente interno e externo.

Neste momento, estaremos iniciando com um profissional externo em Educação Física que tem, como meta pessoal, tornar-se um atleta profissional em vôlei de areia reconhecido nos meios esportivos. Atualmente a RCO é patrocinadora exclusiva nas suas atividades esportivas e, ao integrá-lo ao ambiente interno da empresa, faz com que o público (colaboradores) comece a pensar com idéias práticas inseridas através do esporte e também na qualidade de vida.

Como cenário de fundo, trabalhar-se-á a entitulada”Mensagem a Garcia”, antiga carta direcionada a um militar em combate há mais de cem anos onde, para que o destinatário recebesse a mesma, o comprometimento do mensageiro para a entrega deveria falar mais alto. Este é um rico material que, resumidamente, tem base nas atitudes diárias.”

Programa Reconhecer incentiva aprimoramento profissional

Os colaboradores da RCO Tiago Cândido, Fabrício Carvalho, Márcio Martins, Tiago Urias e Matheus Bitencourt decidiram, por iniciativa própria, buscar um treinamento para aprimorarem suas tarefas diárias na empresa. O treinamento, que é um curso onde aborda-se leitura e interpretação de desenhos técnicos e mecânicos, complementaria as atividades que cada um desenvolve em seus postos de trabalho e certamente agregaria positivamente às carreiras de cada um.

Por conta desta ação e pró-atividade dos colaboradores, a RCO decidiu incentivá-los e, dentro do programa interno Reconhecer, a empresa contribui com os custos de deslocamento dos colaboradores até a cidade onde se realiza o curso. Sendo assim, a empresa reconhece que as iniciativas pró-ativas tomadas com relação ao aprimoramento pessoal e profissional são essenciais para qualquer indivíduo e, por conta disso, haverá sempre o apoio e a aprovação da RCO.

Equipe RCO

Equipe RCO: pró-atividade em busca de melhoria profissional reconhecida pela empresa.

Palestra aborda marketing pessoal

Ao abordar carreira e desenvolvimento profissional é muito importante o tópico marketing pessoal que é, basicamente, o profissional aprimorar e moldar seu comportamento, conhecimentos e atitudes perante os desafios profissionais e com isso obter uma boa imagem no mercado de trabalho e também com que se relaciona.

Dentro desta proposta, a RCO apoiou no final de outubro a realização de palestra com o tema “Marketing Pessoal para a conquista do Mercado de Trabalho” com a palestrante Juliana Munhoz. Além do propósito de explorar o tema, a palestra tinha um caráter beneficente onde a RCO contribui com doação de produtos de limpeza para a instituição local APMIT – Casa da Criança, onde a mesma cedia o espaço para a realização do evento.

O evento contou ainda com participantes de empresas da cidade e alunos de cursos técnicos da APMIT.

Colaboradores RCO em palestra abordando Marketing Pessoal: desenvolvendo o comportamento pessoal.

Programa Reconhecer: talentos internos em evidência

Orientando-se pela estratégia de atuação para 2011, o departamento de Recursos Humanos da RCO implanta um novo programa com foco no desenvolvimento de talentos: Programa Reconhecer.

O objetivo é identificar e confraternizar com os colaboradores que trazem resultados diferenciados para a empresa como implantação de inovações e novas ações em suas funções, apresentação de resultados satisfatórios antes dos prazos e sugestão de melhorias nos processos.

O Programa Reconhecer já identificou os colaboradores que contribuíram para a empresa. Como primeiro reconhecimento, todos os funcionários da produção receberam uma pequena confraternização por terem se empenhando na entrega de trabalho antes do prazo estabelecido e isso certamente gerou um encantamento para o cliente RCO.

Em um  segundo momento, o funcionário Abraão Zanardi recebeu como reconhecimento por sua liderança, um final de semana em cidade turística com a família. Abraão lidera equipes de produção e com isso elas vem apresentando resultados além do esperado em termos de prazo, qualidade do trabalho e eficiência.

Logo em seguida, os colaboradores Josiane Silva, Tássia Camarotti, Fernando Cavalcante e Luciano José tiveram como reconhecimento a oportunidade de participarem de um almoço beneficente promovido pela entidade Casa da Criança. A empresa garantiu a presença de seus funcionários, além de patrocinar o evento que é totalmente voltado a angariar fundos para entidade do município.

O programa tem uma duração contínua. Novamente, a ação vem de encontro com o posicionamento adotado pela RCO em 2011, na ocasião dos 20 anos: o investimento nos talentos internos com treinamentos técnicos e teóricos, reconhecimento pelos resultados alcançados; com olhar cuidadoso para a comunidade onde a empresa está instalada.

Produção RCO: primeira ação do Programa Reconhecer como maneira de incentivar os talentos internos
Colaborador Abraão Zanardi e família em passeio como reconhecimento por sua liderança.

Colaboradores Luciano José, Fernando Cavalcante, Josiane Silva e Tássia Camarotti em almoço: reconhecimento por resultados apresentados.

 

A importância de dialogar sobre segurança

Programa "Diálogo com Segurança": os conceitos de segurança além das obrigações legais.

As empresas competitivas sempre prezam as ações e estratégias orientadas à segurança de seus colaboradores. Atualmente a segurança está além de um simples modismo ou cumprimento de obrigação fundamentado por lei, mas ela também se enquadra em um posicionamento organizacional focado em bem-estar e saúde de seu quadro de funcionários, pois sendo assim entende-se que um funcionário com saúde física e mental é um funcionário motivado e comprometido com suas tarefas.

Anualmente as empresas realizam a eleição do representantes da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e a realização do evento SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de  Trabalho). Ambas as ocorrências, fundamentadas em lei, procuram orientar as empresas e funcionários a adotarem medidas para prevenção de acidentes.

Indo além dessas obrigações legais, a RCO implanta um novo programa simples e objetivo voltado a discutir e esclarecer dúvidas do dia-a-dia quanto ao quesito segurança coletiva e individual. O programa denominado “Diálogo com Segurança” é baseado em um bate-papo envolvendo todos os funcionários, de todos os níveis e departamentos que  também atinge em um segundo plano  manter na mente dos envolvidos a importância dos trabalhos realizados quando são assessorados por conceitos de segurança, saúde e bem-estar coletivo e individual.

O Diálogo com Segurança ocorrerá trimestralmente na RCO contando com ajuda de engenheiros e técnicos de segurança.