SESC 24 de Maio, em São Paulo, recebe Silo RCO

O Serviço Social do Comércio – SESC – da unidade 24 de Maio em São Paulo, recebe silo RCO de 100 toneladas de capacidade com balança dosadora.

Todo o sistema, desenvolvido e fabricado pela RCO, consiste na armazenagem de cimento e, em um outro módulo inferior, dosar o material a ser aplicado na obra como um todo. A montagem e instalação do equipamento completo aconteceu recentemente e contou com bastante perícia e planejamento da equipe técnica, pois o espaço para movimentação das estruturas e peças era pouco, além de estar localizado em área de grande movimentação de pedestres. Obviamente, pelo porte de toda estrutura para a montagem, a ação chamou a atenção dos transeuntes e das pessoas dos prédios vizinhos.

A então considera super-unidade do SESC 24 de Maio, localizado na Rua 24 de Maio, no centro da cidade de São Paulo, está fechada para reformas desde fevereiro de 2009. As obras, assumidas pela construtora Mendes Junior, visam a criação de um centro cultural e desportivo moderno e funcional  e contribuirá para a revitalização do centro histórico da cidade de São Paulo. A obra total tem uma área construída de 27.905 m², distribuída em 12 andares, três subsolos e cobertura, com espaços de lazer e entretenimento, teatro, oficina, serviços odontológicos, restaurante, salas multiuso, biblioteca e  áreas para práticas esportivas. O projeto todo é considerado arrojado contando também com piscina panorâmica na cobertura do prédio. A unidade é destinada ao atendimento dos trabalhadores do comércio e serviços da região e também à comunidade paulistana em geral.

A previsão para entrega da obra é para o segundo semestre de 2012.

Processo de montagem do Silo RCO 100 toneladas com balança

Início da montagem do silo: processo exigiu perícia técnica e chamou atenção dos transeuntes.

A importância de dialogar sobre segurança

Programa "Diálogo com Segurança": os conceitos de segurança além das obrigações legais.

As empresas competitivas sempre prezam as ações e estratégias orientadas à segurança de seus colaboradores. Atualmente a segurança está além de um simples modismo ou cumprimento de obrigação fundamentado por lei, mas ela também se enquadra em um posicionamento organizacional focado em bem-estar e saúde de seu quadro de funcionários, pois sendo assim entende-se que um funcionário com saúde física e mental é um funcionário motivado e comprometido com suas tarefas.

Anualmente as empresas realizam a eleição do representantes da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e a realização do evento SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de  Trabalho). Ambas as ocorrências, fundamentadas em lei, procuram orientar as empresas e funcionários a adotarem medidas para prevenção de acidentes.

Indo além dessas obrigações legais, a RCO implanta um novo programa simples e objetivo voltado a discutir e esclarecer dúvidas do dia-a-dia quanto ao quesito segurança coletiva e individual. O programa denominado “Diálogo com Segurança” é baseado em um bate-papo envolvendo todos os funcionários, de todos os níveis e departamentos que  também atinge em um segundo plano  manter na mente dos envolvidos a importância dos trabalhos realizados quando são assessorados por conceitos de segurança, saúde e bem-estar coletivo e individual.

O Diálogo com Segurança ocorrerá trimestralmente na RCO contando com ajuda de engenheiros e técnicos de segurança.

Programa “Café com Qualidade” aproxima departamentos na RCO.

Um dos grandes desafios das empresas entre os departamento é a comunicação, ou melhor, tornar a comunicação interna entre pessoas e departamentos mais afinada, frequente e habitual. Obviamente o resultado é certo quando tudo se torna integrado e todos “falando” a mesma língua, em torno de um objetivo comum.

Pensando nisso, a RCO implanta um novo programa interno chamado “Café com Qualidade”, cujo principal objetivo é criar um canal de comunicação para aproximar funcionários junto à diretoria. O programa baseia-se em encontros, sem lembrar uma reunião habitual, com temas focados em qualidade de vida e do trabalho, a execução de tarefas do dia-a-dia, as estratégias dos departamentos e propostas de melhoria e aprimoramento de processos.

Como tema para o primeiro “Café com Qualidade”, o encontro reuniu os colaboradores aposentados da empresa e os estagiários em início de carreira. A idéia era trocar experiências e conselhos, além dos jovens estagiários transmitir suas projeções de carreira e formação profissional.

Para os colaboradores aposentados, como José Vidolin, Jair Assugeni e Antonio Zamprônio, todos do setor de usinagem da empresa, o início da carreira foi difícil, com acesso muito difícil ao ensino e à instrução técnica. Todos começaram a trabalhar muito jovens para auxílio no sustento familiar. Porém, as dificuldades no início não os impediram de trabalhar muito, estudar e se aprimorar, adquirindo experiência profissional invejável e muito valorizada no mercado de trabalho, frente à carência de mão-de-obra especializada que as empresas encaram atualmente.

Eles ainda orientam aos mais jovens que trabalhem muito, pois trabalho também é sinônimo de saúde e bem-estar e nunca deixem de fazer o que gostam. Para os estagiários Tássia Camarotti, Natã Sachetto e Marilia André, as orientações são válidas e os animam a manter sempre um foco na vida, tanto no aspecto pessoal quanto profissional.

O programa “Café com Qualidade” ocorrerá ainda em outras ocasiões, envolvendo mais pessoas e departamentos, sempre com objetivo de aproximar e integrar, pois, nada como um cafezinho e um bate-papo agradável para juntar forças e seguir em frente.

1º Encontro do programa "Café com Qualidade": aposentados e estagiários da RCO dividem experiências profissionais.