Silos Horizontais RCO operam em obra do Metro Linha 4 no Rio de Janeiro

A nova solução RCO em armazenagem já estão instalados com sucesso em seu primeiro case de fornecimento. Os silos horizontais compõem o portfólio da RCO para atendimento de necessidades de armazenagem em situações onde há restrições de altura ou espaços fechados, e, para a obra do Metro Linha 4 no Rio de Janeiro, os equipamentos começarão sua operação brevemente.

Para a obra do Metro Linha 4 no Rio de Janeiro, foram fornecidos 3 silos horizontais com 110 m³ de capacidade cada. Eles armazenarão cimento e bentonita para grande parte do processo de construção do empreendimento. Pelo motivo de obra ser estruturada toda em túneis, há a restrição de altura para implantação de silos verticais onde, neste caso, os silos horizontais atenderam adequadamente a necessidade. Além disso, os silos horizontais RCO podem ser movimentados com facilidade pois não são fixados em estruturas civis convencionais onde, com isso, os mesmos podem se movimentar para outros locais de operação conforme a obra avança para outros locais. Porém, para esta obra específica, os silos ficarão determinados a um local específico, sem necessidade de movimentação. Os silos horizontais RCO são ofertados ao mercado brasileiro em parceria com a empresa britânica Antar@Pressvess que possui grande expertise na fabricação deste tipo de solução.

Segundo o consórcio construtor da obra, o Metro Linha 4 do Rio de Janeiro ligará a Barra da Tijuca, na Zona Oeste, a Ipanema, na Zona Sul e transportará mais de 300 mil pessoas por dia e retirará das ruas cerca de 2 mil veículos por hora. A obra ainda é composta por 16 km de túneis, seis estações, zonas de manobra e estacionamento de composições ao custo total, incluindo a aquisição do material rodante (trens) de R$ 8,5 bilhões, com conclusão do projeto  a partir de 2016.

*Mais informações em www.metrolinha4.com.br

**Mais informações de Silos Horizontais RCO em www.rco.ind.br/armazenagem

Silos Horizontais RCO na obra do Metro Linha 4: restrição de altura direcionou a adoção desta solução em armazenagem.

 

 

Obras no Aeroporto de Viracopos contam com central dosadora CDR 80

RCO Central Dosadora CDR 80

A eficiente Central Dosadora de Concreto modelo CDR 80 da RCO já opera no canteiro de obras do Aeroporto de Viracopos, na cidade de  Campinas-SP.

O equipamento, cujo índices de produtividade ultrapassaram a cota nominal de 80 m³/h (veja cases aqui), atenderá o projeto de ampliação do aeroporto onde inclui diversas melhorias e inovações como: 28 pontos de embarque, 7 novas estações remotas, estacionamento com 4.000 vagas, ampliação de pista de manobras, 35 novas vagas para aeronaves, etc. Isso tudo em 145.000 m² de área. Além disso, o projeto é formatado com possibilidade de expansão vertical para acomodação de hotéis e escritórios comerciais futuros.

A ampliação do Aeroporto de Viracopos, que prevê atender 14 milhões de passageiros ao ano, se enquadra no planejamento de melhoria e expansão de importantes infra-estruturas do país que atenderão os eventos mundiais (Copa e Olimpíadas) e também o crescente aumento de brasileiros que utilizam vôos comerciais para viagens nacionais e internacionais. A obra será entregue em maio de 2014.

Conheça mais a Central Dosadora CDR 80

Com informações em: viracopos.com/novoterminal

Projeção do novo terminal do Aeroporto de Viracopos: ampliação e melhorias para atendimento de público crescente. Fonte: viracopos.com/novo-terminal