Dia 25 de Maio – Dia da Indústria e do Industrial

A indústria representa, entre os segmentos da economia, o setor secundário. Conceitualmente denomina-se indústria todo espaço onde há produção porém a terminologia hoje atingiu uma amplitude maior como indústria cultural (produção de produtos culturais) ou indústria agrícola (envolvendo plantio, colheita e distribuição de produtos agrícolas). Mas, basicamente, associa-se o termo à indústria manufatora onde ocorre a modificação de insumos naturais usando trabalhos manufatureiros ou mecânicos.

A indústria como a conhecemos tem origem na importante Revolução Industrial na Inglaterra do século XVIII. Porém, no Brasil, o surgimento de um parque fabril mais abrangente deu-se mais tarde. Já na década de 90, as indústrias aqui instaladas entraram em regime de competitividade com aumento da produção através da modernização de seus processos.

Ao longo deste período, desde sua formação, a indústria em geral passou por novos conceitos em gestão de processos, o surgimento do sindicalismo, tecnologia para aumento de produtividade mencionando também os novos parâmetros de produção para redução de impactos ambientais, que, cada vez mais, ficam mais fortes e decisivos para sobrevivência perante o mercado consumidor. 

Embora hoje a indústria brasileira, gerando mais de 20 milhões de empregos, vislumbra um aquecimento econômico do país e como consequência um crescimento sustentável, há ainda alguns entraves que são pauta de discuções perante o governo federal como tributações excessivas e redução de burocracia, condições essas que tornariam as empresas mais competitivas e modernas perante o restante do mundo.

Neste dia 25 de maio, que a indústria continue sendo um dos principais pilares econômicos, gerando renda, inovação e  futuro próspero ao país e aos seus cidadãos.