1000 dias sem acidentes é um novo recorde para a RCO

Em setembro de 2015, o Ministério do Trabalho emitiu um levantamento que abordava a ocorrência de acidentes envolvendo máquinas e equipamentos no Brasil. Segundo o ministério, entre 2011 e 2013, uma média de 12 trabalhadores por dia sofreram amputação decorrentes de acidentes, totalizando 221.843 acidentes no período sendo 13.724 amputados e 601 óbitos. As fraturas obtiveram índices de 270 ocorrências por semana.

Considerando esse cenário preocupante do índice de acidentes, a RCO surpreende e atinge, no ínicio de Agosto de 2016, o índice recorde de 1.000 dias sem registros de acidentes com afastamento. É uma marca inédita e muita satisfatória considerando o segmento produtivo metalúrgico. Os riscos envolvendo os processos produtivos em metal-mecânica variam desde manipulação de produtos químicos, abrasivos ou incandescentes passando por atividades em altura, manipulação de peças cortantes, de grande volume e peso. Sem dúvida, são riscos sérios e que, sem devida atenção, atentam profudamente contra o bem-estar e a vida humana.

A obtenção do índice de 1000 dias, ou quase 3 anos, é histórica. Nos 25 anos de fundação da
RCO, completados em 2016, a conquista ultrapassou, e muito, o recorde anterior que era de 477 dias.
Obviamente, a gestão envolvida nesse processo foi significativa. “O técnico de segurança efetivo
contribui para que os setores da RCO percebam os procedimentos envolvidos em segurança. O
parceiro Laborseg, responsável pela manutenção de ações envolvendo segurança e bem-estar
do funcionário também foi significativo para a ocorrência os 1000 dias.” pondera Celso
Carvalho, gestor de pessoas da empresa.

Comemoração: a importância de reforçar que o resultado é positivo.

A mudança de cultura neste interím de 1000 dias deve também ser levada em consideração. Segundo Carvalho, há em voga na RCO uma consciência coletiva de que o maior patrimômio que um funcionário possui é a sua própria vida e seu bem-estar físico. “Essa cultura se disseminou com a comunicação das placas de uso de EPI´s (equipamentos de segurança individual) e com o reforço das reuniões periódicas envolvendo uso correto dos mesmos e do maquinário produtivo”, completa.

Funcionários RCO: nenhuma gestão é válida sem a atenção para o bem-estar e segurança.

O desafio agora é a continuação e a manutenção dos índices. Com o recente aumento no quadro de funcionários em julho, que passou para o número de150, as orientações para o trabalho seguro se ampliam. “Ao cuidar de pessoas é preciso empatia e ir além daquilo que a legislação determina. Considero isso como o diferencial em nossa gestão” finaliza Carvalho.

Agora, a olhos vistos, a placa que registra publicamente os dias sem acidentes mantem números que extrapolam o espaço alocado para essa finalidade. Talvez, quem diria, ninguém havia considerado a possibilidade do recorde.

Placa de acidentes: necessário agora mais espaço para índices de 4 dígitos.

Treinamento aperfeiçoa segurança do trabalho na RCO

A empresa reuniu seus colaboradores em Mococa (SP) para discutir a norma regulamentadora NR10
A RCO promoveu, no último dia 11 de abril, um encontro entre os colaboradores da área elétrica da empresa, com o objetivo de capacitar a equipe os participantes foram apresentados a conteúdos que incluíam a identificação de riscos em instalações e serviços com eletricidade, identificação de equipamentos de proteção individual e coletiva e capacidade para aplicação de normas e procedimentos de segurança do trabalho e proteção ao meio ambiente. As habilidades de trabalho em equipe, atenção aos detalhes e organização também foram trabalhadas.

Com o treinamento, a RCO mantém sua cultura de segurança, evitando fazer parte das estatísticas do Tribunal Superior do Trabalho (TST), as quais indicam que os acidentes de trabalho registrados no Brasil aumentaram significativamente. Em 2010, o número de casos foi de 709.479, enquanto em 2011, esse total subiu para 711.164. Muitos desses acidentes estão relacionados à eletricidade e a Norma Regulamentadora 10 (NR-10) ajuda a evitar o crescimento dessas estatísticas, uma vez que seu principio parte da ideia de propiciar segurança do trabalho para os colaboradores que, de forma direta ou indireta, mantêm contato com eletricidade no ambiente em que trabalham.

Antecipando legislação, RCO aplica treinamento da NR 35

Treinamento voltado à regulamentação NR 35: RCO já se antecipa ao prazo de implementação que é 2013.

Antecipando as exigências da NR35, a RCO treina sua equipe para atender as mudanças que entrarão em vigor somente em 2013. A empresa preocupada com a segurança de seus trabalhadores e para melhor atender seus clientes aplicou o treinamento voltado à esta regulamentação.

Segunto o Ministério do Trabalho e Emprego, a NR 35 é uma norma que objetiva o estabelecimento os requisitos mínimos e as medidas de proteção para trabalho em altura, incluindo o planejamento, a organização e a execução desta tarefa para que assim ocorra a segurança do envolvidos, direta ou indiretamente.

Curso de Inspetor da Qualidade no “Programa Reconhecer”

O Programa Reconhecer ainda segue com as atividades. Recentemente os funcionários Abraão Zanardi, Luciano José, Matheus Bitencourt, Leandro Souza e Fabricio Carvalho iniciaram um curso de Inspeção da Qualidade. O curso, que está sob apoio da RCO, contribuirá para as atividades dos funcionários que estão diretamente ligados aos setores produtivos da empresa. Além disso, criar um ambiente em que todos ficam engajados em torno da qualidade total é sempre um objetivo tático nos departamentos da RCO.

Este curso de Inspetor da Qualidade resulta de uma parceria bem sucedida de uma instituição de ensino local, a APMIT,  e o SENAI-SP.

Abraão Zanardi, Luciano José, Leandro Souza, Fabrício Carvalho e Matheus Bitencourt: curso de inspetor da qualidade vai reforçar o engajamento de todos em torno da qualidade total.

Dinâmicas e novos conceitos com o Programa “Acertar é Humano”

Apresentado em posts anteriores, o novo programa interno “Acertar é Humano” busca intergrar as “áreas para que haja um processo aprimorado, tanto no planejamento, execução, comunicação e, finalmente, o compromisso em realizar e melhorar nossas atitudes para o cliente interno e externo.”

Como continuidade, ocorreram alguns encontros, unindo diferentes departamentos em dois grandes grupos para treinamento em dias diferentes, ambos liderados pelo coordenador de Recursos Humanos da RCO, Celso Carvalho.

Os grupos, compostos por colaboradores dos departamentos de Logística, Compras, Produção, Coordenação de Produção, Comercial, Engenharia e Processo, participaram de dinâmicas que tinham por objetivo passar os conceitos que o programa aborda. Composto por mensagens em vídeo com incentivo a melhorias aliado à atividade física como maneira de fixar de forma diferenciada os conceitos. Tudo isso foi bem aplicado, resultando em aprovação pelos participantes.

Um importante material utilizado neste programa é o texto antigo nomeado de Mensagem a Garcia, que, escrito em 1899, possui uma atualidade impressionante, dentro do dia-a-dia do ambiente corporativo. Abordando a iniciativa humana, foco, resultado e comprometimento a mensagem torna-se uma importante referência e guia para direcionar estratégias e a união da equipe.

Novos encontros acontecerão em breve para alinhar os demais funcionários da empresa.

Departamento RCO em treinamento: Programa “Acertar é Humano” busca resultados com base em comprometimento e espírito de equipe.

Programa Reconhecer incentiva aprimoramento profissional

Os colaboradores da RCO Tiago Cândido, Fabrício Carvalho, Márcio Martins, Tiago Urias e Matheus Bitencourt decidiram, por iniciativa própria, buscar um treinamento para aprimorarem suas tarefas diárias na empresa. O treinamento, que é um curso onde aborda-se leitura e interpretação de desenhos técnicos e mecânicos, complementaria as atividades que cada um desenvolve em seus postos de trabalho e certamente agregaria positivamente às carreiras de cada um.

Por conta desta ação e pró-atividade dos colaboradores, a RCO decidiu incentivá-los e, dentro do programa interno Reconhecer, a empresa contribui com os custos de deslocamento dos colaboradores até a cidade onde se realiza o curso. Sendo assim, a empresa reconhece que as iniciativas pró-ativas tomadas com relação ao aprimoramento pessoal e profissional são essenciais para qualquer indivíduo e, por conta disso, haverá sempre o apoio e a aprovação da RCO.

Equipe RCO

Equipe RCO: pró-atividade em busca de melhoria profissional reconhecida pela empresa.

Programa “Café com Qualidade” aproxima departamentos na RCO.

Um dos grandes desafios das empresas entre os departamento é a comunicação, ou melhor, tornar a comunicação interna entre pessoas e departamentos mais afinada, frequente e habitual. Obviamente o resultado é certo quando tudo se torna integrado e todos “falando” a mesma língua, em torno de um objetivo comum.

Pensando nisso, a RCO implanta um novo programa interno chamado “Café com Qualidade”, cujo principal objetivo é criar um canal de comunicação para aproximar funcionários junto à diretoria. O programa baseia-se em encontros, sem lembrar uma reunião habitual, com temas focados em qualidade de vida e do trabalho, a execução de tarefas do dia-a-dia, as estratégias dos departamentos e propostas de melhoria e aprimoramento de processos.

Como tema para o primeiro “Café com Qualidade”, o encontro reuniu os colaboradores aposentados da empresa e os estagiários em início de carreira. A idéia era trocar experiências e conselhos, além dos jovens estagiários transmitir suas projeções de carreira e formação profissional.

Para os colaboradores aposentados, como José Vidolin, Jair Assugeni e Antonio Zamprônio, todos do setor de usinagem da empresa, o início da carreira foi difícil, com acesso muito difícil ao ensino e à instrução técnica. Todos começaram a trabalhar muito jovens para auxílio no sustento familiar. Porém, as dificuldades no início não os impediram de trabalhar muito, estudar e se aprimorar, adquirindo experiência profissional invejável e muito valorizada no mercado de trabalho, frente à carência de mão-de-obra especializada que as empresas encaram atualmente.

Eles ainda orientam aos mais jovens que trabalhem muito, pois trabalho também é sinônimo de saúde e bem-estar e nunca deixem de fazer o que gostam. Para os estagiários Tássia Camarotti, Natã Sachetto e Marilia André, as orientações são válidas e os animam a manter sempre um foco na vida, tanto no aspecto pessoal quanto profissional.

O programa “Café com Qualidade” ocorrerá ainda em outras ocasiões, envolvendo mais pessoas e departamentos, sempre com objetivo de aproximar e integrar, pois, nada como um cafezinho e um bate-papo agradável para juntar forças e seguir em frente.

1º Encontro do programa "Café com Qualidade": aposentados e estagiários da RCO dividem experiências profissionais.

Desenvolvendo Talentos 2011: treinamento na SEW Eurodrive

Como foi mencionado no post anterior, a RCO implanta um programa intensivo e abrangente relacionado ao treinamento de todos os colaboradores. Dando seguimento ao programa, na última semana de fevereiro de 2011, engenheiro da RCO, Daniel Pancieri e Fernando Cavalcante, receberam treinamento na SEW Eurodrive, parceiro de fornecimento em motorredutores.

O treinamento teve foco em Seleção de Acionamentos com o objetivo de conhecer métodos de cálculo e seleção de acionamentos com motores, redutores ou motoredutores além da apresentação do portfólio de soluções SEW que podem deixar projetos e equipamentos RCO mais funcionais e eficientes, garantindo assim a melhor oferta para o cliente final.

Em segundo plano, Daniel Pancieri e Fernando Cavalcante, em treinamento na SEW Eurodrive

 

Desenvolvendo Talentos 2011 – 1a. Fase

1a. fase do programa Desenvolvendo Talentos 2011: treinamento e valorização do ativo humano.

A RCO Maschinenfabrik dá início ao programa Desenvolvendo Talentos 2011. O programa consiste na aplicação de treinamento, desenvolvimento e valorização dos talentos da empresa de forma geral, envolvendo todos os departamentos.

Para o ano de 2011 a aplicação de treinamento será de modo mais intenso e abrangente. Primeiramente, como parte dos eventos e mudanças pela comemoração dos 20 anos de fundação da empresa. Um outro fator a ser colocado em prática na RCO é as novas ações para 2011 envolvendo sustentabilidade, quando as mesmas tiveram início em 2010 onde em outubro a empresa recebe certificação perante a Camargo Correa.

1a. Fase de Treinamento

A primeira fase do programa Desenvolvendo Talentos já aconteceu e tomou toda a manhã de sábado do dia 12 de fevereiro. Durante o evento foi transmitido os seguintes conceitos a todos os colaboradores:

  • Sustentabilidade: integração, transmissão e renovação de conceitos sustentáveis para todos e em especial para os novos colaboradores;
  • Programa 5′S: atualização e retransmissão dos valores do sistema 5′S para a permanência de ambientes produtivos e eficientes;

Ocorreram dinâmicas que procuraram fixar os conceitos transmitidos e descontrair todos os presentes. Para o tema sustentabilidade, abordando o stakeholder “comunidade”, o treinamento contou com a presença de Ademilson Venâncio, paradesportista tambauense que conta com o incentivo da RCO. Ademilson contou a todos suas experiências como atleta, mesmo em cadeira de rodas e a batalha pessoal para reconhecimento de seu trabalho e projeto de vida.

O objetivo da presença do atleta no evento tem por razão chamar a atenção de todos para não se desistir facilmente dos desafios colocados em nossas frente e que basta disposição e foco para que o resultado possa aparecer. E por falar em desafios, a retransmissão dos conceitos do sistema 5´S vem reforçar que todos precisam adotá-los diariamente em seu ambiente de trabalho.

Desenvolvendo Talentos 2011 continuará ainda durante todo o ano, com treinamentos gerais e específicos para cada departamento.

O paradesportista Ademilson Venâncio participando do treinamento.

Dinâmica durante o treinamento: Desenvolvendo Talentos ainda se estenderá por todo 2011.

Colaboradores recebem treinamento em solda

Treinamento em solda RCO

Colaboradores RCO em treinamento de processos de solda

Os colaboradores RCO recebem treinamento em solda, aplicado pelo técnico Messias José de Carvalho. O objetivo do treinamento é que os mesmos se atualizem em novas técnicas de soldagem de materiais e tambem aprimorem suas atividades diárias em equipamentos e materiais que necessitam aplicação de solda, conforme o projeto.

O processo de solda em aço inox recebeu especial atenção durante o treinamento. As técnicas aprimoradas foram aplicadas em um projeto de equipamento onde grande parte da estrutura era composta por aço inox.

Solda Inox

Equipamento RCO em aço inox